// —— google analytics ————————– // (function(i,s,o,g,r,a,m){i[‘GoogleAnalyticsObject’]=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,’script’,’//www.google-analytics.com/analytics.js’,’ga’); ga(‘create’, ‘UA-########-#’, ‘auto’, {‘allowLinker’: true}); ga(‘require’, ‘linker’); ga(‘send’, ‘pageview’);

Expo Londrina 2015

Clique para mais fotos

Expointer 2015

Clique para mais fotos

Clientes

Clique para mais fotos

2 Comentários

  1. Luciano 2 de maio de 2016 @ 20:31

    Boa Noite, na fazenda retiramos um raiz gigante de peroba, depois de varias cortes e partes retiramos um base para fazer uma mesa de 10 lugares com tampo de vidro para minha casa, o que acontece:

    Esta base vou levar para são paulo o problema é super peso, minha idéia é remover o centro, fazer um oco na parte interna para eliminar peso, pergunto sera que desvaloriza a peça?
    Vamos pegar uma motosserra e remover o maxímo interno, podem me dar uma sugestão ou levo inteira e contrato um caminhão munck?

    Obrigado

    • 1074489 18 de junho de 2016 @ 09:27

      Compensa levá-la inteira. Além de enfraquecer a peça, torna-a menos valorizada. O peso e a robustez do produto são características de produtos rústicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo